menu
Topo
Alto Astral

Alto Astral

Categorias

Histórico

Conselhos, spoilers e memes: os tarólogos e astrólogos das redes sociais

Universa

2009-05-20T19:04:00

09/05/2019 04h00

Dizem por aí que os millenials (jovens que nasceram de 1980 até meados de 90), estão cada vez mais espiritualizados. Isso não quer dizer que estejam mais religiosos, propensos a acreditar no deus-todo-poderoso, frequentar igrejas ou fazer orações. Mas muitos destes novos adultos acreditam que podem alcançar a paz através do estudo de mandalas de seus mapas astrais, previsões de acordo com o alinhamento dos céus em determinada época, além de conselhos e alertas com ajuda de cartas de tarot.

O misticismo não é novidade para ninguém, visto que há astrólogos e tarólogos atuando no mundo desde a antiguidade clássica. A novidade, no entanto, é ver os profissionais deste ramo saírem do mundo analógico, migrarem para a internet e como eles ressignificam as atividades, repaginam a linguagem para falar no assunto, que foi caricaturizada ao longo dos anos, além de trazer este universo para mais perto de nós.

Veja também

Graças às redes sociais, em meio a crises existenciais, incertezas e outras agonias, podemos sanar inquietudes visitando canais que falem de maneira mais completa sobre os astros no Youtube, escolhendo conselhos direcionados de cartas de tarot no Twitter ou rindo dos memes sobre nossos signos nos stories do Instagram.

Qual seu signo?

Autora de dois livros sobre astrologia, Claudia Lisboa, que é uma das profissionais brasileiras mais celebradas na área, tem um jeito sereno e único de falar com seu público no Youtube que, dentre outros vídeos, posta previsões semanais de como os astros estarão alinhados no céu durante aquele período e como isso pode influenciar em nossas atividades diárias.

A gaúcha se formou em arquitetura, mas se apaixonou pelos estudos astrológicos e escolheu a segunda área para atuar profissionalmente após conhecer sua mestra Emma Costet de Mascheville. "Eu comecei a viver somente de astrologia aos meus 25 anos! Já tinha uma filha e estava esperando a segunda. Comecei com os cursos e logo a seguir dando consultas", relembra.

Ela também tem uma conta no Instagram, onde posta cards com o astral predominante do dia. "Eu acho que cada rede tem uma qualidade e potência específica. Tento tirar o melhor proveito de cada uma delas. Particularmente eu gosto muito do Instagram e do YouTube", opina Claudia.

Do signo de Peixes, com ascendente Touro, lua em Leão e vênus no Aquário, a ex-arquiteta crê que o mais bacana em trabalhar na internet é poder se comunicar diversas pessoas, além de poder levar a astrologia de maneira mais séria para o público em geral. "A desvantagem é que muita bobagem é publicada, mas isso é também liberdade de expressão de cada um. Cabe aos profissionais sérios mostrar uma astrologia séria", alerta.

É astrologia ou é terapia?

Outra figura conhecida na rede é Paula Pires. Há 26 anos no mercado, a virginiana que tem ascendente e lua em Touro e vênus em Leão, une astrologia com terapia holística e medicina chinesa. "Meu diferencial é trabalhar com astrologia terapêutica. Não atuo fornecendo só informações baseadas na interpretação do mapa, e sim com a autotransformação das pessoas de acordo com essas informações", explica Paula Pires, que atende pessoas em seu consultório físico em São Paulo ou online.

A atuação de Paula é bastante expressiva no Youtube. Dar uma passeada no canal da terapeuta, aliás, é uma boa pedida para quem quer se consultar, mas precisa de algumas amostras antes de fechar negócio. Vídeos com previsões mensais, semanais e diárias, além de conteúdos atemporais, falando sobre signos, casas e posicionamentos de planetas nos mapas astrais.

"É importante saber que a gente não pode prometer cura de nada, eu não concordo com isso. No Brasil, o 'curandeirismo' é crime, mas infelizmente há muitos profissionais que atuam dessa maneira, seja dentro ou fora do mercado esotérico", aponta a astróloga, que diz estar preparada caso isso algum dia seja acusada de charlatanismo. "Além de contratos que meus pacientes assinam estando cientes de minha atuação, quem senta pra conversar comigo e conhecer meu trabalho jamais me chamaria de charlatã", garante.

Um mundo de memes dos astros

Mas se você curte consumir conteúdo esotérico através de textos, imagens e piadas (resumindo: memes), abra agora o seu Instagram e comece a seguir Madama Brona. Formada em direito, a bruxa (como gosta de ser chamada) Bruna Paludo trocou a atuação burocrática da advocacia pela atuação intuitiva e investigativa da astrologia e cartomancia.

"Eu não digo que sou taróloga, digo que atuo como cartomante. Daí o termo 'Madama', que já mostra de cara meu lado mais lúdico para tratar do assunto", explica a cartomante, cuja abordagem é mais voltada para o que ela chama de "namastreta". Este é um jeito, nas palavras da mesma, de tratar a espiritualidade com mais cuidado e realismo, evitando a positividade exagerada e, consequentemente, perigosa para saúde mental. Seu mapa? Taurina, com ascendente em Virgem, lua em Sagitário e vênus em Gêmeos.

No seu Instagram, Brona posta mensalmente o que ela chama de "horoscopinho", no qual mistura previsões predominantes sobre cada signo com conselhos retirados de jogos de carta de tarot, e memes que resumem a situação principal do texto postado.

"Já reproduzi muito discurso neoliberal tóxico do 'faça você mesmo' nos horóscopos. Quando digo que não prevejo futuros prontos e fechados, não é para jogar a batata quente na mão do outro e ele se virar. Acredito em destino, e mesmo que seja libertador, é também cruel dizer que seu destino só depende de você, quando na verdade, depende de processos políticos, sociais e culturais. Ao mesmo tempo, sempre alerto as pessoas de que elas sabem melhor sobre suas próprias vidas do que eu", explica Brona, que diz ser leitora de horóscopos diários por sentir que o hábito seja uma espécie de terapia em tempos que se identificar com narrativas seja algo tão importante.

É spoiler que você quer, @?

Outra bruxa que mistura horóscopo, tarot e meme no Instagram é Tatiane Lisbon, muito mais conhecida como @papisa_ . Paulista "das quebradas" (segundo ela mesma), Papisa acredita que se nada pode nos salvar da morte, que o autoconhecimento nos salve da vida. É a partir desta filosofia que ela monta os "spoilers semanais": uma espécie de guia astrológico, formulado com a ajuda de conselhos das cartas de tarot, para cada signo naquela semana, com uma identidade visual bastante marcante, além de trilha sonora que chama a atenção de quem vê seu conteúdo.

"Tive formações nas áreas de Design de Interiores e de Maquiagem. Acabei deixando ambas de lado em 2015, para focar no trabalho como Papisa e comecei a conciliar esse meu caminho com a parte musical, que venho desenvolvendo como DJ desde 2016. Em 2019, estou focando muito em afunilar essas vertentes (esotérica e musical), para resultar em criações artísticas que remetem a importância desses dois universos tão maravilhosos e tão próximos", explica.

A canceriana, com ascendente em Aquário, lua em Peixes e vênus em Leão acredita que, apesar de adotar a denominação de "bruxa", este não seja um termo fácil de carregar consigo, tanto pelos estigmas que leva, quanto pelo fato de ela mesma ter que lidar com outros preconceitos, como por exemplo, o racial.

"Comecei a ler tarot nesses brechós a céu aberto que rolavam domingo em SP. Fui algumas vezes com o meu Tarot no 'Mercado das Pulgas', que rolava no Minhocão e no Vale do Anhangabaú. Nessa época, cobrava um real por carta e me lembro até hoje da cara de espanto e de medo que as pessoas faziam quando passavam perto do meu pedacinho de pano estendido no chão. Eu achava engraçado, mas, na real, eram bem ruins. Sempre lidei com muita resistência das pessoas em considerar os oráculos como opção. Além do "medo do futuro", o preconceito e o racismo vinham escancarados nas considerações feitas sobre o meu trabalho com algo 'que não era de deus/que atrasava a vida', relembra a DJ, que em breve pretende atuar também no Youtube.

Escolha uma carta

Mas se seu negócio é acompanhar o que rola por aí em poucos caracteres e de maneira mais direta, não tem lugar melhor para receber conselhos de tarot do que o Twitter. Nesse rolê, provavelmente você vai dar de cara com uma das mais famosas leitoras de cartas da rede social, Carla Braga ou @carlypgaiola.

Usando um baralho xamânico e cristais, a graduanda em biotecnologia de 19 anos posta todo domingo fotos com três cartas representadas por seus respectivos cristais à escolha dos seguidores. Cada cristal/carta vem com uma leitura para os próximos sete dias. Ela acredita que o há de mais bacana na sua atuação no Twitter (sua rede social favorita), seja ajudar os outros, e perceber que estamos sempre aprendendo alguma coisa.

O mais chato são os trolls anônimos. "Atendo em poucos horários por causa da faculdade. Muita gente acha que estou ganhando rios de dinheiro mas é fantasia", confessa Carla, cujo pagamento ela classifica como material-espiritual: aprendizado, cristais, experiências, incensos e "a cerva do finde".

Carla posta cartas e sugere que seus seguidores as escolham através de cristais | Reprodução Twitter

Na opinião da taurina, com ascendente em Capricórnio, lua em Leão e vênus Câncer, seu conteúdo se diferencia pelo fato de ser mais realista. Ela não curte usar o termo previsão, preferindo a palavra conselho para evitar o peso de premeditar algo para alguém, quando aquilo que ela posta é alcançado por milhares de pessoas.

"Não gosto de tratar como se fosse algo de outro planeta ou inacessível; é para trazer paz. Mas tem bastante gente que gosta de uma abordagem mais pretensiosa. Tem para todos os gostos. Prefiro abrir as conjunturas do presente, o futuro é mais uma projeção caso as coisas continuem do jeito que estão. Sou uma grande fã do livre arbítrio e acho que o autoconhecimento nas consultas serve para direcionar ou mudar a situação de curso. Ainda falta bastante para melhorar a forma como muitos veem nosso trabalho, mas acho mais legal ver o lado de que atinge pessoas que sempre tiveram curiosidade para saber sobre, mas não têm acesso", revela Carla, que está começando a migrar também para o Instagram.

Luana Geiger, que atua no Twitter através do @madameluatarot. Arquiteta de formação, "mãe solo", artista e professora, Madame Lua reflete suas diversas facetas também na hora de escolher seus oráculos; além das cartas, Luana faz leituras de runas e I Ching.

"Trabalhar como oraculista é ter muita responsabilidade. Você não sabe se está lidando com pessoas em vulnerabilidade extrema (tipo suicidas), com alguém que seja viciado em jogos (como já fui), e outras situações complexas. É preciso ser cuidadoso e ter ética. Se, por exemplo, eu atendo uma consulente que pode me pagar muito, mas sempre perguntando as mesmas coisas por estar sofrendo de algum tipo de compulsão, rapidamente sugiro outra opção a esta pessoa", conta a taróloga que também atua em um site especializado no assunto, o Taroando.

Na opinião de Luana, cujo signo solar e vênus são escorpião, o ascendente virgem e a lua em câncer, apesar do atual frenesi acerca dos oráculos espalhados internet afora, os consulentes devem ter cuidado com o que procuram. "Tem uma camada mais superficial nessa dinâmica, que busca sanar as ansiedades das pessoas (principalmente as mais jovens), mas há coisas mais profundas nesse processo também. É um mergulho de autoconhecimento, como se olhar diante do espelho, e se você não estiver preparado para lidar com certos fatos sobre si mesmo, isso acaba assustando. Então, antes de acompanhar algum oraculista ou de se consultar, é importante pesquisar e fazer um filtro sobre quem ressoe mais contigo", alerta a arquiteta que revela já ter sido vítima de charlatões no ramo.

Lorena Morgana, colaboração para Universa

Sobre o blog

Curiosidades, listas e previsões: tudo sobre os signos do zodíaco.