menu
Topo
Alto Astral

Alto Astral

Categorias

Histórico

Vem aí o ano de Marte: saiba quais tendências o planeta reserva para 2019

Universa

2004-01-20T19:04:00

04/01/2019 04h00

Marte vai reger o ano astral a partir de março de 2019 (foto: iStock)

Se você achou 2018 um ano meio conturbado, com conflitos e discussões em excesso, prepare-se: 2019 será regido por Marte, o planeta-mor quando o assunto envolve confrontos. Não que isso signifique que o novo ciclo será inteiramente negativo. Ao contrário, a governança de Marte tem seu lado bom: será um ano de bastante coragem e inovação.

É a partir de março, especificamente quando o Sol ingressar em Áries (e durante os 12 meses seguintes), que Marte vai reger o ano astral.  Barbara Abramo, astróloga de Universa, explica que existe uma sequência planetária à qual se atribui a liderança de cada ciclo, algo que remonta aos antigos caldeus – os astrônomos/astrólogos da Babilônia.

Veja também

Enquanto 2018 foi regido por Júpiter – o que segue até a segunda quinzena de março, lembre-se! -, 2020 será governado por Vênus.

O que esperar em 2019

De acordo com Barbara, o mapa do céu (calculado para o local em que o ingresso do planeta ocorre) fornece a dinâmica básica do que se espera para o período astrológico. A princípio, remete a uma condição geral dada à coletividade como um todo, e a disposição geral dos governantes.

O planeta da vez, que representa o combate, a afirmação, a independência, também é ligado à guerra, ao desacordo, ao enfrentamento.

"Como governante do ano astral, Marte aponta a iminência de conflitos, confrontos, rivalidades. O que estava mais ou menos disfarçado será exposto. Podemos esperar  guerras, rompimento de acordos internacionais e conflitos entre agrupamentos. As forças sociais estarão se batendo para ganhar espaço e reconhecimento", diz a especialista.

O cenário, porém, não é desesperador. "Os planetas representam forças e energias, o emprego delas depende da visão que teremos delas também", tranquiliza Barbara. Se de um lado pode-se esperar por muita manifestação de impulsividade, agressividade e egoísmo, do outro, a expectativa é que 2019 seja marcado pela independência, coragem, integridade, inovação e originalidade.

Tendências para os signos

Com Marte como governante, determinados signos vão fluir tranquilamente com a onda astral em destaque, enquanto outros terão menos facilidade e, com isso, vão precisar se esforçar um pouco mais em 2019.

Ou seja, pessoas de Áries, Escorpião e Capricórnio ou que têm o ascendente e/ou a Lua nestes signos, que são conectados essencialmente com Marte, podem experimentar mais garra ou facilidade na batalha por suas metas e desejos.

 Signos secundariamente conectados com o planeta regente – Câncer ou Peixes -, especialmente se nasceram no período noturno, também poderão se valer de uma dose maior de energia criativa ou imaginação ativa para perseguirem seus propósitos.

Gente que nasceu com o ascendente e/ou signo solar em Touro, Libra, Gêmeos, Sagitário, Leão e Aquário talvez tenha de sair da zona de conforto neste ciclo e agir com mais estratégia, sobretudo quem nasceu no período diurno.

Virgem, por sua vez, é um signo que deve se manter neutro. "Mas se a pessoa que tem o sol neste signo e ascendente ou signo lunar em outros signos, irá se beneficiar indiretamente", finaliza Barbara.

Claudia Dias, em colaboração para Universa

Sobre o blog

Curiosidades, listas e previsões: tudo sobre os signos do zodíaco.