menu
Topo
Alto Astral

Alto Astral

Categorias

Histórico

O que a mãe de cada signo dizia que não faria antes de ter filhos, mas faz

Universa

2012-05-20T19:04:00

12/05/2019 04h00

(iStock)

Toda mãe é uma mãe 100% perfeita… antes de ter filhos. Entre as idealizações típicas alimentadas antes mesmo de engravidar e a realidade da vida pós-maternidade, há uma longa distância entre o discurso e a prática.

Sabe aquela velha história de cuspir para cima e receber a meleca bem no meio da cara? Pois é. De um modo irônico e divertido, Mariana Fernandes, autora do livro recém-lançado "Astrologia da Depressão" (Ed. Pensamento) e da página no Facebook de mesmo nome, mostra o que a mãe de cada signo costumava falar antes de ter um filho, mas acabou fazendo justamente o contrário do que pregava.

Veja também:

Áries

Uma ariana típica não perde uma oportunidade de brigar pelo que é seu, portanto é daquelas que dizem que vão criar os filhos para serem fortes e enfrentarem conflitos. "Não quero saber de filho banana! Pra mim, é bateu, levou!". Anos depois, quando a criança começa a aplicar seus conselhos e as reuniões com o diretor da escola ficam cada vez mais frequentes, a mãe ariana engole a valentia e adota uma nova filosofia: "Deixa pra lá, meu filho. Dê a outra face. "

Touro

A taurina, antes de ser mãe, afirma que em vez de dar mesada para o filho prefere fazer um pé de meia para o futuro. "Criança não precisa de dinheiro, precisa de amor e segurança", justifica ela. Tempos depois, em meio a um turbilhão de atividades, bate a preguiça e o cansaço e a taurina se dá conta de que não tem condições de organizar a lancheira todo santo dia. Como dar mesada é melhor do que ver o filho passar fome, decide: "Toma aqui, meu filho, um dinheirinho pro lanche do colégio. "

Gêmeos

Extremamente inteligente e curiosa, a geminiana tem mania de afirmar que pretende educar os filhos para serem gênios. Nada de celular, televisão, jogos eletrônicos… Em sua concepção idealizada da maternidade, a criança só vai ter brinquedos lúdicos e educativos. Então o bebê vem ao mundo e eis que, de repente, surgem "Mundo Bita" e "Galinha Pintadinha". Exausta, a mãe geminiana sucumbe ao desejo de ter um pequeno Einstein em casa e deixa a criança ser feliz, enquanto ela lê um livrinho em paz.

Câncer

A canceriana, mãezona por natureza, adora dizer que será a melhor amiga do filho, que cuidará de tudo, que vai aplicar conceitos pedagógicos em sua educação, que ama o método Montessori, que pretende levar ao psicólogo nos momentos difíceis e por aí vai. Tudo como manda o figurino da mãe perfeita. O filho nasce, cresce, se torna adolescente, falta dinheiro pro psicólogo e nenhuma técnica pedagógica parece funcionar. Ela faz o quê? Chantagem emocional, é claro!

Leão

Vaidosa e obstinada em ocupar o centro das atenções, a leonina acredita que dará à luz um pequeno artista. Ela diz que fará de tudo para que o filho use as melhores roupas e estude sapateado, teatro, aulas de canto… Enfim, o filho será lindo e carismático, não tem como dar errado. Só que a criança nasce tímida, odeia fotos e sonha em ser veterinária. A leonina engole o desejo de ser mãe de famoso e dá ao filho seu primeiro cachorro.

Virgem

A virginiana, preocupadíssima com a saúde (leia-se um tanto hipocondríaca), grita aos quatro ventos que acha um ABSURDO que as mães introduzam alimentos industrializados na vida dos filhos pequenos. No futuro, quando a criança se nega a comer a comida macrô ofertada por ela, acaba corrompendo seus princípios e, se necessário, adiciona chocolate até no arroz, se isso acabar com o jejum do pimpolho.

Libra

Antes de ser mãe, a libriana toda trabalhada na diplomacia e gentileza jura de pés juntos que jamais vai dizer pro filho revidar tapa, porque ele será criado sob preceitos de amor e compreensão. Anos depois, ao ouvir da criança o relato de uma agressão por parte do coleguinha, se vê perguntando ao filho "Mas você revidou, né?". Afinal de contas, ninguém bate no nenê dela.

Escorpião

A escorpiana — rainha do apego e deusa da possessividade — adora dizer "quem pariu Mateus, que o embale" e, antes de ser mãe, afirma que só ela mesma vai cuidar do filho dela. Não tem essa de deixar com a mãe ou a sogra. Depois da gravidez, diante de todo o cansaço comum da maternidade, ela deixa a criança com o vizinho, com o açougueiro, com um estranho da rua… Não tem problema se o filho chamar a pessoa de "mamãe", viu? O importante é descansar.

Sagitário

Antes do nascimento do filho, a mãe sagitariana, super liberal e festiva, afirma que o filho será um cidadão do mundo e vai curtir muito a vida. Anos depois da maternidade, ao se deparar com os "elementos" que andam com o filho, a sagitariana proíbe até de ir ao passeio da escola, se isso livrar a criança das más influências. Se o filho vai conhecer o mundo? Vai sim, mas só com ela, que sabe o que é bom.

Capricórnio

A capricorniana afirma veementemente que não vai ajudar a pagar a faculdade do filho, porque ele precisa ter responsabilidade, saber o valor do dinheiro, do esforço, do trabalho duro, etc.. No futuro, ao menor sinal de necessidade, lá está a mãe capricorniana, pagando cursinho, faculdade, pós-graduação e o que for necessário para não ter um filho fracassado – porque esse é um prejuízo muito maior que o financeiro para uma capricorniana, né?

Aquário

Rebelde e politizada, a aquariana afirma que criará um filho questionador, capaz de brigar pela sociedade em que quer viver e que jamais fugirá à luta. Anos depois, quando o filho se alista ao partido que ela mais detesta e leva spray de pimenta no olho após participar de uma manifestação, a apavorada mãe aquariana supera sua fase de adolescente politizada e aconselha: "Filho, essas coisas de política são arriscadas. Você pode contribuir com a sociedade como voluntário, o que acha? ".

Peixes

Lúdica, quando sonha engravidar a pisciana tem certeza que vai parir um serzinho "paz e amor". Ela quer estimular a criatividade da criança, acha que ele será sensível, se expressará livremente e viverá das coisas que a terra dá, emanando amor pelo mundo, como um bom filho de pisciana. Isso acontece até que, quando adolescente, o filho de peixe que é peixinho decide virar Hare Krishna. Aí a pisciana, muda o discurso e sugere: "Filho, o que você acha de prestar um concurso público?".

Heloísa Noronha, em colaboração para Universa

Sobre o blog

Curiosidades, listas e previsões: tudo sobre os signos do zodíaco.