Topo

Histórico

Categorias

Saiba como a Astrologia Védica marca até a data ideal para o casamento

Universa

17/06/2018 04h01

(Crédito: Divulgação)

Por Camila Eiroa, colaboração para Universa

Na Índia, a Astrologia tem papel fundamental para a sociedade. Isso porque, para a cultura hindu, a principal diferença é que além de ser considerada uma ciência e estar presente na academia até o nível de doutorado, ela também está intimamente ligada ao cotidiano. "Há milhares de anos, sábios, reis, governantes e empresários indianos buscam aconselhamento de astrólogos antes de decisões importantes para definir o melhor momento para acordos e atividades das mais variadas naturezas. A Astrologia também é amplamente usada para organizar o calendário oficial", conta a brasileira Prem Ramani, astróloga védica.

Veja também:

Autodidata e estudiosa dos astros desde os 11 anos, ela descobriu a Astrologia Védica, ou Hindu, em 2005, durante sua primeira viagem à Índia. Hoje, aos 46 anos, Ramani passou a visitar o país anualmente por períodos que variam de 2 a 3 meses, com o propósito de aprofundar os estudos. Ela conta que encontrar a técnica foi uma divisão de águas em seu caminho, justamente por ter colocado em perspectiva tudo que havia estudado em áreas distintas da própria Astrologia. "Uniu toda técnica aos tratados filosóficos e aspectos místicos que me dão o embasamento que sentia falta na astrologia ocidental", conta.

A Astrologia Védica optou por se fiar a astronomia, que analisa a exata movimentação dos planetas e das constelações. "Essa diferença faz com que na cultura védica, a entrada do sol no signo de Áries, por exemplo, ocorra aproximadamente com 24 dias de diferença quando comparado com o mapa ocidental", explica a astróloga.

(Crédito: Divulgação)

Os hindus buscam traduzir com precisão como o posicionamento dos astros e sua movimentação afetam os planos físicos, mentais, emocionais e sutis de todos os seres. Vai além do que estamos acostumados no ocidente, que muitas vezes se limita a discorrer sobre o passado, o presente e o futuro. O Jyotish (astrólogo hindu) também indica "remédios" védicos para diminuir ou neutralizar influências desafiadoras que determinados trânsitos planetários podem acarretar. Em paralelo, as escrituras védicas aprofundam a formação dos astrólogos na Índia. Para eles, o foco da nossa existência é caminhar em direção a libertação de apegos e ilusões.

"Um astrólogo védico está a serviço de auxiliar a compreensão da experiência humana em direção a consciência unificada e encoraja o fortalecimento da auto-responsabilidade. Tudo isso para minimizar o sofrimento causado por doenças, relacionamentos insatisfatórios, desconhecimento dos próprios talentos e da vocação profissional, entre outros infortúnios", explica a brasileira. Ela também destaca que planetas e signos, apesar de serem apresentados com nomes em sânscrito, possuem significados semelhantes aos ocidentais, ainda que com nuances e características não atribuídas a eles por aqui.

Astrologia Védica e relacionamentos: sem teste drive!

Apesar de ser consultada para determinar algumas decisões, a Astrologia Védica acredita na lei do Karma. Ou seja, colhemos o que plantamos. Independentemente disso, o cálculo astrológico também é altamente usado para checar a compatibilidade de relacionamentos amorosos. "Há milhares de anos a Astrologia Védica é peça coadjuvante, mas chave na decisão acerca da compatibilidade de casais. Vale lembrar que segundo pesquisas recentes, até hoje, 84% dos casamentos foram arranjados", explica Ramani. Ela conta que a Astrologia foi se especializando nesse tipo de análise através de uma demanda por um método mais seguro de viabilizar uniões estáveis e felizes, bem como famílias bem constituídas e filhos saudáveis.

"Quando os filhos se aproximam de uma idade adequada para casar, seus pais iniciam um longo processo de avaliação de candidatos a noivo ou noiva e, na grande maioria das vezes, se pautam por critérios sociais e culturais. A avaliação do astrólogo pode acabar sendo responsável por favorecer ou descartar uma união puramente com base nos cálculos astrológicos", conta a astróloga. O motivo vai além da felicidade individual, já que com isso seria possível promover uma ordem social favorável para que o país cresça e prospere. "Essa é a mentalidade hindu, aparentemente pouco romântica. Lá o matrimônio é visto como a base de uma engrenagem social maior do que uma simples união."

(Crédito: Divulgação)

Portanto, não tem date prévio para testar a compatibilidade do relacionamento na prática! Isso é analisado antes mesmo de o casal se formar, o que não necessariamente é um problema para as pessoas. Na Índia existem 8 tipos de "Prakriti", ou seja, suportes com base na Lua para avaliar esse cenário. "Dessa análise se constrói um sistema de pontuação onde o máximo alcançável seriam 36 pontos. Um desses Prakriti está relacionado a à relação sexual: preferências, frequência, posições, lugares, intensidade, duração, até mesmo ao órgão sexual propriamente dito. Algo útil numa sociedade onde os noivos casam virgem", relata Ramani.

Ainda sobre sexo, a astróloga faz questão de relembrar que, ao contrário do que pensa o senso comum, a cultura hindu não é nada careta. "A palavra sânscrita kama significa amor, desejo e prazer. Não por acaso o deus hindu do amor humano se chama Kamadeva e se parece muito com nosso cupido. Ele só é convidado bem-vindo após o casamento, quando começa o florescimento romântico com total liberdade, já que lá sexo não é tabu nem pecado. É só lembrar que foi essa cultura que produziu o kamasutra e templos como o de Khajurahu, coalhados de esculturas altamente eróticas."

Para a astróloga, que atende casais de diversas nacionalidades, a compatibilidade sexual tem um grande nível de importância para nós, brasileiros. Por isso, é preciso adaptar a leitura por conta das diferenças de objetivos e prioridades. Na Astrologia Hindu, analisar a Lua e os planetas que a governam é essencial para prever a compatibilidade dos desejos e afetos — e é exatamente aí que a Astrologia Védica se difere. Ramani tenta ser delicada em cada análise que faz. "Tenho clientes que chegam com muita expectativa, tanto por um 'ok' quanto por 'é melhor vocês se separarem'. Procuro descortinar as particularidades de cada um, para que aprendam a respeitar as diferenças e usufruir das afinidades."

Sobre o blog

Curiosidades, listas e previsões: tudo sobre os signos do zodíaco.

Alto Astral