Topo
Alto Astral

Alto Astral

Categorias

Histórico

Mês potente: julho tem aprendizados, descobertas e emoções

Universa

08/07/2019 04h00

Quem é mais sensível já percebeu a potência deste mês de julho. E quem ainda não percebeu e, de repente, viver alguma situação que parece "um tapa na cara", pode se surpreender ao descobrir que o mês (como um todo) reserva muitos aprendizados, descobertas e, é claro, fortes emoções. Tudo graças à movimentação dos astros e planetas.

Não bastasse o eclipse solar no signo de Câncer que aconteceu dia 2, afetando as estruturas emocionais de todo mundo, haverá outro fenômeno similar no dia 16 e, no meio disso tudo, Mercúrio Retrógrado a partir do dia 7. Ou seja, é impossível passar ileso diante de tanta influência dos céus.

Veja também

Alguns signos, porém, devem sentir ainda mais esse período. São eles: Câncer, Capricórnio, Áries e Libra.

Vem aí o eclipse lunar

Como explica a astróloga Paula Arruda (@paula_arruda_astrologia no Instagram), o próximo eclipse será lunar parcial em Capricórnio (24º04). "Esse eclipse, por ser na lua cheia, permite que muita coisa que estava no nosso inconsciente venha à tona. Sabe aquela situação que você está fugindo? Vai ficar frente à frente com você, pedindo uma resolução", exemplifica a especialista.

Trata-se de um momento que estimula muito progresso, já que é necessário sair da zona de conforto para enxergar a realidade. Tem seu lado bom, pois traz maturidade, aceitação, coragem, acolhimento. "Além disso, sempre temos o livre arbítrio para decidir como vamos lidar com os acontecimentos na nossa vida", comenta Paula.

Não fuja dos fatos

A astróloga pontua que a melhor maneira de encarar todo esse turbilhão que o mês promete é escolher sempre o caminho do autoconhecimento verdadeiro. "Chega de fugir da responsabilidade. Assuma seus pensamentos, sentimentos e atitudes. Lembre-se de que você é cocriador da sua realidade, coloque-se como protagonista da história, honrando e se orgulhando dessa posição", sugere.

O período pode trazer dores, sim, inclusive emocionais. Em consequência, também promove crescimento. "O eclipse pode promover situações desafiadoras que auxiliarão no autodesenvolvimento. Isso é maravilhoso, pois estamos todos aqui pra evoluir!", defende Paula. O segredo é olhar o lado positivo das situações, oferecendo chances de se reinventar e compreender opções que antes estavam "embaçadas".

Algumas dicas para encarar os movimentos que estão acontecendo neste mês:

● Evite agir através das emoções.
● Observe tudo (pessoas, pensamentos, sinais) que passar por você nesse período.
● Não tome qualquer atitude, se estiver em dúvida.
● Reserve um tempo para si mesmo.
● Vibre na positividade.
● Respeite seus sentimentos e sensações, através do autocuidado.
● Respire fundo.

Mercúrio Retrógrado pede mais cuidados

Entre 7 de julho e 31 de agosto, o planeta Mercúrio entra em retrogradação, ou seja, parece o planeta que está caminhando para trás, apesar de só reduzir a velocidade do seu movimento em relação à Terra . E como Mercúrio rege, sobretudo a comunicação, além de viagens, negócios e até aparelhos eletrônicos, recomendam-se algumas posturas extras de precaução:

● Ouça mais e fale menos.
● A comunicação em geral, aliás, merece destaque. Quanto mais claro e objetivo você for, melhor!
● Evite comprar produtos eletrônicos neste período.
● Se for assinar contrato, leia-o com muita atenção e peça para mais alguém ler além de você, a fim de evitar que qualquer cláusula passe despercebida.
● Da mesma forma, revise e releia projetos. Se estiver fazendo uma tese de mestrado, por exemplo, analise os capítulos, reflita e, se necessário, reescreva trechos da sua defesa.
● Esclareça mal-entendidos.
● Ao viajar, programe tudo com antecedência e faça um check-list para que nada dê errado.
● Pratique a paciência: saiba que compromissos certamente serão adiados; que o carro pode quebrar e o avião, atrasar; o celular tende a ficar lento ou mesmo quebrar (especialmente se já estiver dando sinais de algo do tipo) e o trânsito estará mais caótico

Julho, entretanto, não deve ser encarado como um período tenso – mas, sim, potente. Também não se deve usar a carcaça do vitimismo para justificar o que acontecer durante o mês. "É hora de mostrar o seu poder e fazer a energia circular", frisa Paula Arruda.

Segundo ela, a partir do dia 22, com a entrada do Sol em Leão, as coisas tendem a mudar de tom. Vem, inclusive, a autoconfiança necessária para agir. "Só não se esqueça de que os efeitos do eclipse podem durar até 6 meses", avisa.

* Claudia Dias, colaboração para Universa.

Sobre o blog

Curiosidades, listas e previsões: tudo sobre os signos do zodíaco.