menu
Topo
Alto Astral

Alto Astral

Categorias

Histórico

8 objetos que o Feng Shui não aconselha ter em casa

Universa

2016-02-20T19:04:00

16/02/2019 04h00

Cama perto do chão, plantas vivas… A casa perfeita! (Foto: iStock)

O Feng Shui é uma técnica oriental que procura organizar os espaços de maneira harmônica para atrair boas influências. Com seus primeiros registros há praticamente 4 mil anos, seu nome tem origem chinesa e significa "vento" e "água".

A tradução literal denuncia a que se destina o Feng Shui: possibilitar o equilíbrio de energias para que ambientes possam ser harmonizados.

Veja também

Para os orientais, a prática é uma verdadeira terapia de casas, que permite trazer equilíbrio ao ambiente assim como a acupuntura, por exemplo, traz ao corpo físico e mental. Dentro de seus ensinamentos, que visam organizar as influências negativas para beneficiar todos que habitam e frequentam determinado local, existem alguns itens que são totalmente contraindicados.

Quer saber se você mantém algum deles na sua casa? Descubra abaixo!

Objetos embaixo da cama

Já reparou que os orientais montam suas camas bem próximas ao chão? Isso não é apenas uma mania qualquer, é uma maneira que eles encontram de ficarem mais perto do solo para absorver toda energia da terra, do solo que, para eles, é sagrado. Ou seja, a mania que brasileiro tem de enfiar tudo aquilo que está sem lugar nos armários embaixo da cama não é indicada pelo Feng Shui. Cama baú então, nem pensar! Sapatos, malas, bolsas e eletrônicos vão atrapalhar seu sono e trazer sonhos confusos. Ah! Isso também vale para quem mora em apartamento, ok?

Espelhos que refletem a cama

 Por falar em quarto, uma dica clássica do Feng Shui é não ter espelhos no quarto que fiquem posicionados de maneira que reflita a pessoa deitada na cama. Basta colocá-lo em um lugar onde você não se enxergue nele. Isso porque o espelho gera uma aceleração não energia e pode trazer um aumento de pressão e batimentos cardíacos, além de um sono agitado e pouco proveitoso. Para armários que têm portas espelhadas, vale fazer o teste de recolher a porta e observar se o sono é mais fluido.

Vasos com plantas mortas

Quer coisa que dá mais má impressão que um vaso cheio de terra e um galho seco? O intuito de ter plantas e flores dentro de casa é trazer harmonia ao ambiente, leveza e um filtro de energias que possibilita a prosperidade entrar. Cultivar uma planta já morta acaba por afastar as coisas boas do seu lar. Se não quiser jogar fora, que tal adubar a terra, cortar os galhos secos e semear uma nova plantinha? Se você tem dificuldade para cuidar com dedicação, escolha espécies que não precisam de água todo dia.

Cactos dentro de casa

Quando falamos de plantas que não precisam de água todo dia, quem vem à cabeça? Os cactos! Porém, eles não são uma boa companhia para ter no ambiente interno da sua casa. Além de conterem espinhos, o que traz a energia de afastamento, retém muita água e, tudo que retém muita água, acaba por reter muitas emoções também. Mas calma! Não precisa jogar fora aquele vasinho de suculenta ou cacto que você tem há anos. Opte por deixá-los na área externa da casa, em varandas, quintais ou apoios de janela.

Objetos quebrados

 Espelho quebrado dá 7 anos de azar? Pois imagine um arsenal de objetos danificados no fundo do armário? Por isso, nada de guardar aquela louça que você ganhou quando casou se ela está trincada. E aquela imagem de santo que você herdou da sua avó e está sem um braço ou sem a cabeça? Nem pensar! Lugar de coisa quebrada é no lixo e não adianta remendar. Além de trabalhar o apego às coisas materiais, se livrar de tudo isso faz com que você evite problemas emocionais e indecisões, permitindo que a energia flua sem interrupções.

Objetos pontudos

Deixar expostos objetos pontiagudos como facas, tesouras e ferramentas, além de ser perigoso em caso de crianças no ambiente, não é aconselhado pelo Feng Shui. Isso porque esses itens seriam responsáveis por cortar toda a energia que circula onde eles estão, afetando a harmonia do local e da relação dos que ali habitam. Por exaltarem agressividade, podem fazer com que o trato dos moradores ou frequentadores do ambiente reflita essa energia, acarretando em brigas, discussões e falta de afeto entre as partes.

Lixo acumulado

 Quarto da bagunça, depósito, despensa, porão. É muito fácil lotar esses cômodos com tudo aquilo que a gente não vai mais usar, mas por apego guarda, achando que terão utilidade em algum momento. Acontece que com o passar do tempo todos esses objetos acumulados acabam virando um verdadeiro entulho cheio de pó e não tem nada mais perigoso para a fluidez da energia da sua casa do que isso. Caixas de papelão vazias, plásticos com bolhas já murchas, revistas antigas, resto de pisos e azulejos. Não vai usar? Mande embora sem dó!

Relógio parado e calendários antigos

Manter relógios quebrados pendurados na parede não é um bom negócio. O mesmo vale para os calendários antigos, que te prendem em planejamentos esquecidos e não concretizados. Fazer a energia circular no momento presente é essencial para manter não só o ambiente harmonizado, como seu dia a dia também. Faça a limpa atrás das portas para jogar fora todas as folhinhas antigas e troque as pilhas dos relógios. Outra dica é mantê-los sempre no horário certo. Nada de adiantar o relógio para não atrasar os compromissos, ok? Alinhe-se ao tempo dos dias.

Camila Eiroa em colaboração para Universa

Sobre o blog

Curiosidades, listas e previsões: tudo sobre os signos do zodíaco.